eliasmiguel

Profile page

About eliasmiguel

  • Email: elias.miguel.db@gmail.com
  • Nice Name: eliasmiguel
  • Website:
  • Registered On :2018-03-11 18:09:54
  • Logged in as: eliasmiguel

eliasmiguel Posts

Quando mencionamos se A Importância das Redes sociais nas Empresas estamos aliando diversos fatores cruciais que vocês irão visualizar abaixo.

Quando mencionamos se A Importância das Redes sociais nas Empresas estamos aliando diversos fatores cruciais que vocês irão visualizar abaixo.

O aumento da popularidade das redes sociais, principalmente Facebook e Instagram, faz com que a interação entre pessoas e empresas seja cada vez mais frequente.

Ter presença nas redes sociais significa estar onde o seu público-alvo está. E, quanto mais visto pelas pessoas que se interessam pelo que você oferece, mais rápido o seu negócio vai crescer.

Para ajudá-lo a entender o poder desse tipo de mídia, falarei nesse artigo sobre os principais elementos que fazem das redes sociais grandes ferramentas para alavancar as vendas de qualquer tipo de empresa.

Tráfego de qualidade
As redes sociais são acessadas por um grande número de pessoas todos os dias, boa parte desse público entra em seu perfil mais de uma vez por dia.

Outro fato importante é que esses usuários passam muitas horas navegando em busca de entretenimento e informações, o que torna esse tipo de tráfego um dos mais qualificados, perdendo apenas para as visitas originadas nos mecanismos de busca.

Quer muitos visitantes nas páginas do seu website? Apareça de forma profissional também nas redes sociais.

Construção de autoridade
Um boa estratégia para ser visto como autoridade na área do seu negócio, é produzir conteúdo relevante para as redes sociais.

Um dos melhores canais para produção de materiais informativos e promocionais é o Facebook. Isso porque a maior rede social do mundo permite vários formatos de mídia: vídeos, textos, imagens e gifs.

O ideal é variar o tipo de conteúdo e avaliar a aceitação do seu público, mas, mesmo que os seus seguidores interajam mais com vídeos, por exemplo, não deixe de postar imagens e textos para evitar se tornar cansativo e também para reforçar que a sua empresa domina o assunto da sua área.

Facilidade de interação com o público
As redes sociais são também um forte canal de interação, isso se deve à facilidade em que se pode entrar em contato e ser notificado quando há uma resposta.

Outro fator que estimula que as pessoas interajam com as empresas é o ambiente mais descontraído e cheio de pessoas, mesmo que virtualmente.

Engajamento do público-alvo
Do mesmo modo que é possível criar uma forte interação com os seus seguidores, também é fácil promover o engajamento com as postagens da empresa.

Primeiro, é preciso conhecer muito bem o seu público-alvo e entender o que ele espera de você, o que gosta, o que deseja e quais as soluções busca na internet.

Depois, é só criar conteúdo original e relevante em proporção maior do que a quantidade de postagens promocionais, onde você mostra seus produtos e serviços. É importante colocar uma chamada para ação no final da postagem, convidando o visitante para comentar ou compartilhar a publicação.

Disseminação de conteúdo
Uma das funcionalidades mais interessantes das redes sociais, principalmente no Facebook, são os avisos sobre curtidas e compartilhamentos dos amigos.

Isso ajuda muito no crescimento das empresas porque espalha as postagens que o público mais interage, divulgando gratuitamente o conteúdo para um número muito maior de pessoas.

Vinculação de anúncios
Além de publicar conteúdo gratuitamente, é possível atingir um público muito maior usando as ferramentas de publicidade paga.

Com os avanços em termos de postagens patrocinadas, as empresas conseguem direcionar as suas publicações para públicos muito bem segmentos, o que aumenta a probabilidade de realizar vendas.

Os custos para se anunciar nas redes sociais, exceto o Linkedin, que é o mais caro, é relativamente baixo e pode-se começar com um investimento de poucos reais por dia.

Como você viu nesse texto, as vantagens de se usar as redes sociais profissionalmente são muitas. Vale muito a pena investir em conteúdo e materiais promocionais especiais para serem consumidos nesse tipo de mídia.

Aproveite todo o potencial do Facebook, Instagram, Youtube e outras plataformas para aumentar cada vez mais o crescimento do seu negócio.

Passo a passo mostra como obter o driver gratuitamente e também ensina a instalar a impressora no seu computador

Epson EcoTank L575 é uma impressora multifuncional indicada para escritórios que buscam economizar com suprimentos. O aparelho conta com tanque de tinta, em vez dos tradicionais cartuchos, e é compatível com os sistemas operacionais Windows, macOS e Linux – desde que o usuário tenha o driver certo instalado no seu computador.

As plataformas mais modernas costumam baixar o software da impressora automaticamente, mas, em alguns casos, pode ser preciso fazer todo o processo manualmente. Se você não sabe como obter o driver oficial, confira a seguir o tutorial de como fazer o download grátis do programa e também aprenda a instalar a Epson EcoTank L575.

Como baixar o driver

Passo 1. Abra o navegador de Internet de sua preferência (Google Chrome, Mozilla Firefox ou outros) e acesse a página de suporte da fabricante. Em seguida, digite na barra de busca o modelo da impressora (L575) e clique na primeira opção;

Digite o modelo da impressora para baixar o driver oficial (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)
Escolha o sistema operacional e baixe o driver da impressora (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)

Como instalar o driver

Passo 1. Assim que o download terminar, clique duas vezes sobre o driver para iniciar o assistente de instalação. O programa oferece três idiomas diferentes (Espanhol, Português e Inglês), escolha o que você preferir e clique em “Próximo”;

Selecione o idioma e prossiga com a instalação da Epson EcoTank L575 (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)

Selecione o idioma e prossiga com a instalação da Epson EcoTank L575 (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)

Passo 2. Um contrato de licenciamento de software será exibido. Leia todos os termos com atenção e clique em “Aceitar” para prosseguir com a instalação;

Aceite o contrato de licenciamento de software (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)

Aceite o contrato de licenciamento de software (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)

Passo 3. Agora, confira se as duas caixas indicadas na imagem abaixo estão marcadas e clique em “Instalar”. Os outros itens ficam ao seu critério instalar ou não;

Marque o item para instalar software da Epson EcoTank L575 (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)

Passo 4. O processo de instalação será iniciado e deve demorar aproximadamente 20 minutos. Quando terminar, conecte a impressora ao computador e siga todas as orientações para configurar o equipamento corretamente. Não se esqueça de reiniciar a máquina para que a Epson EcoTank L575 opere com todas as suas funções.

Espere o driver ser instalado e conecte a Epson L575 ao computador (Foto: Reprodução/Thiago Rocha)
Fonte: Techtudo

Jurassic World: Evolution é um game da desenvolvedora Frontier Developments (Rooler Coaster Tycoon 3, dentre outros) onde será possível construir e modificar o famoso Parque dos Dinossauros baseado nos filmes de Steven Spielberg. O jogo chegará em versão digital ao PS4, Xbox One e PC em 12 de junho. As versões fisícas serão disponibilizadas no dia 3 de julho.

De acordo com o que já foi anunciado pela produtora, o jogador terá que construir e administrar seu próprio parque. Isso inclui fazer reparos nas estruturas, alimentar todos os animais, gerenciar os recursos e manejar DNA – através de bioengenharia – afim de criar dinossauros que tenham comportamentos, características e aparências únicas.

Jurassic World Evolution será um simulador do Parque dos Dinossauros (Foto: Reprodução/YouTube)

O game trará vários elementos da série Jurassic Park e terá conteúdo baseado em todos os longa-metragens que já conhecemos. Além disso, Jurassic Worl: Evolution nos remete à lembrança do antigo simulador de PS2, Jurassic Park: Operation Genesis.

A desenvolvedora do jogo, Frontier Developments, foi produtora de diversos títulos famosos que também envolvem a construção de parques ou administração de cuidados animais em geral. Dentre eles, podemos destacar: RollerCoaster Tycoon 3, Planet Coaster, Kinectimals e Zoo Tycoon.

Jurassic World: Evolution já está disponível em pré-venda na PSN, na loja da Microsoft e também na Steam. Todos que adquirirem o game em pré-venda receberão como bônus um visual para o helicóptero UCE assim como um visual para o veículo da guarda florestal.

Fonte: Techtudo

Carro conectado, autônomo e que não polui o meio ambiente. Essas são algumas características que muitos acreditam que o carro do futuro terá. Até que isso realmente aconteça, há ainda um longo caminho a percorrer, seja no aprimoramento da segurança ou na regulamentação por parte dos governos. A insegurança das pessoas ainda é grande – principalmente após o acidente envolvendo um carro autônomo da Uber, ainda em fase de testes.

Além da possibilidade de carros guiados por robôs, existem projetos envolvendo impressoras 3D, biometria e até realidade virtual. O TechTudo reuniu algumas das principais apostas em tecnologia automotiva que podem se tornar mais presentes nos próximos anos.

LSEV traz carroceria cfeita por método de impressão 3D (Foto: Divulgação/Polymaker)

1. Carro feito em impressora 3D

A indústria de carros é conhecida por automatizar o processo de fabricação com o uso de robôs. A impressora 3D deve se tornar o próximo grande passo das marcas rumo a uma melhor eficiência na produção de veículos e na redução do custo de fabricação. Já em 2019, os primeiros carros construídos por uma máquina 3D devem começar a ser vendidos.

O LSEV, modelo apresentado pela empresa Polymaker, traz uma série de vantagens em relação aos carros feitos tradicionalmente. Entre os prós está o número de peças, passando de mais 2 mil para apenas 57 componentes plásticos — vidros, motor, pneus e assentos são feitos da mesma forma que nos automóveis atuais. Além disso, o carro é mais leve, pesando 450 Kg. O preço de lançamento deve girar em torno de R$ 32 mil.

2. Realidade aumentada

Navion leva realidade virtual para parabrisa dos carros (Foto: Divulgação/WayRay)

Navion leva realidade virtual para parabrisa dos carros (Foto: Divulgação/WayRay)

Vários modelos de carros vendidos atualmente já permitem a reprodução de algumas informações no para-brisa. Mas, no futuro, a realidade aumentada nos carros deve ir além: mapas, informações sobre o trânsito e dados detalhados quanto às condições do veículo devem passar de um display (smartphone ou tela embutida no painel) para exibição no vidro do carro.

A empresa suiça WayRay mostrou, durante a CES 2018, um equipamento capaz de levar a realidade aumentada aos carros – e pronto para ser vendido. O Navion é montado junto ao para-brisa e traz uma câmera. A tecnologia combina dados de localização e mostra informações úteis, como aceleração e distância até o endereço cadastrado, por exemplo. A fabricante está negociando com algumas montadoras para que o equipamento venha embarcado de fábrica.

3. Biometria

Sensor no cinto pode coletar informações sobre sinais vitais do motorista (Foto: Divulgação/Olea Sensor)

Sensor no cinto pode coletar informações sobre sinais vitais do motorista (Foto: Divulgação/Olea Sensor)

A biometria já vem sendo usada como recurso de segurança há um bom tempo em dispositivos móveis e começa a ter maior presença nos computadores. Porém, a tecnologia ainda não deslanchou nos carros. Hoje existem algumas opções de uso, como um kit que libera a partida do carro apenas com a impressão digital.

A expectativa é que no futuro o carro tenha sensores capazes de detectar funções vitais do motorista. Um eletroencefalograma no encosto da cabeça pode identificar se quem está dirigindo tem sono e emitir alertas. Um sensor preso ao cinto pode monitorar dados sobre os batimentos cardíacos e respiração e dar um relatório às autoridades em caso de acidente. A Olea Sensor é uma das empresas que estão apostando no desenvolvimento dessas tecnologias.

Seguindo a mesma linha, a Subaru mostrou, durante a New York International Auto Show deste ano, um sistema de reconhecimento facial. A tecnologia, chamada de DriverFocus, monitora sinais de fadiga do motorista. Com isso, consegue emitir alertas caso o condutor esteja prestes a dormir no volante. O recurso está presente no novo Subaru Forester.

4. Inteligência artificial

 App da Volkswagen usa inteligência artificial para detectar problemas no carro (Foto: Divulgação/Volkswagen)

App da Volkswagen usa inteligência artificial para detectar problemas no carro (Foto: Divulgação/Volkswagen)

A inteligência artificial já começa a ser incluída em alguns carros. Ainda em 2015, 8% dos veículos novos vinham com algum grau de IA e, de hoje até 2025, é esperado um aumento de 109% – os dados são da consultoria IHS. Atualmente, a China pretende ter metade dos seus veículos contemplados com a tecnologia. Para isso, quer cobrir 90% das cidades e rodovias com acesso à Internet até 2020.

A IA é a base para os carros autônomos. Sem ela, não há veículos sem motorista. Mas a tecnologia também pode ser usada para melhorar a conectividade dos carros, oferecer mais opções de entretenimento e, claro, para ajudar o motorista na tomada de decisões.

O Volkswagen Virtus é um dos primeiros modelos com IA vendidos no Brasil. O carro a utiliza para ajudar na detecção de problemas por meio de um aplicativo para celular. Você tira a foto do painel e o app diz o possível motivo para o alerta. O futuro, entretanto, caminha para que tudo seja controlado pelo próprio computador de bordo do carro.

5. Carro sem motorista

 Veículo autônomo do Uber se envolveu em acidente com vítima fatal no Arizona (Foto: Divulgação/Uber)

Veículo autônomo do Uber se envolveu em acidente com vítima fatal no Arizona (Foto: Divulgação/Uber)

Os veículos autônomos são o grande hype do momento. Quase todas as montadoras têm algum tipo de projeto nesse sentido. De olho no futuro, algumas empresas de tecnologia como o Google e a Apple estão fazendo pesquisas para acelerar o desenvolvimento dos carros sem motoristas.

Hoje já existem alguns modelos que exploram as características de carros autônomos; veículos que fazem baliza sozinhos são um exemplo. Porém, ver esses modelos trafegando em massa pelas ruas ainda deve demorar, a tecnologia ainda precisa evoluir muito.

Os recentes acidentes envolvendo carros autônomos da Uber mostram que os modelos precisam de melhorias. Mesmo que os investigadores do caso tenham concluído que o acidente dificilmente seria evitado por um motorista humano, os testes também foram cancelados por outras empresas, como a Toyota.

Fonte: Techtudo

Computadores são vistos como equipamentos robustos e fáceis de usar, mas alguns descuidos podem colocar o sistema em risco e comprometer sua vida útil. Forçar o desligamento da máquina tirando da tomada, esquecer de atualizar o Windows, fazer overclock irresponsável e até apagar arquivos desconhecidas como o System32 são práticas que podem reduzir a duração do seu PC. Além disso, podem estragar de vez o computador ou trazer prejuízos na troca de peças estragadas. Veja a seguir oito coisas que, se você fizer, pode estragar o computador.

Lista traz ações perigosas que podem danificar o seu PC (Foto: Reprodução/ptsecurity.com)

Lista traz ações perigosas que podem danificar o seu PC (Foto: Reprodução/ptsecurity.com)

1. Overclock

Overclock dá mais desempenho, mas também representa riscos (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Overclock dá mais desempenho, mas também representa riscos (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Overclock consiste em acelerar o funcionamento de partes do hardware para melhorar o desesmpenho da máquina. Essa prática costuma envolver a sobrealimentação de energia de peças do PC, como processador e placa de vídeo. Entretanto, exageros podem desgastar esses componentes por causa do calor, provocando danos irreversíveis com o tempo. O overclock não é necessariamente algo ruim, mas precisa ser feito com muito cuidado e atenção para evitar causar problemas no computador.

2. Instalar apps de origem duvidosa

Tenha cuidado com as origens dos aplicativos que você instala no computador (Foto: Pond5)

Tenha cuidado com as origens dos aplicativos que você instala no computador (Foto: Pond5)

3. Derrubar a máquina

Notebooks são especialmente vulneráveis a impactos. Basta um simples tombo para que o dispositivo entorte, a tela quebre ou portas e interfaces como USB e HDMI deixem de funcionar. No caso de máquinas com discos rígidos convencionais, um tombo pode representar a inutilização do HD e perda de todos os seus dados. Portanto, tenha muito cuidado com como você lida com seu PC, e nunca coloque notebooks em lugares de risco, como na beira da mesa.

4. Fonte de energia de baixa capacidade

Fonte de energia é um componente crucial, mas muitas vezes ignorado, do PC (Foto: Divulgação/Corsair)

Fonte de energia é um componente crucial, mas muitas vezes ignorado, do PC (Foto: Divulgação/Corsair)

Em casos mais graves, outros componentes podem ter seu funcionamento prejudicado e sofrer avarias pela oscilação no fornecimento de energia. Para evitar dores de cabeça, há métodos para descobrir a potência requerida pelo seu sistema e, assim, escolher a fonte correta.

5. Deixar o sistema operacional e os aplicativos desatualizados

Atualizações são importantes para manter seu sistema seguro e funcionando corretamente (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Atualizações são importantes para manter seu sistema seguro e funcionando corretamente (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Sistemas operacionais recebem atualizações frequentes por necessidade. Casos como correção de problemas, melhorias de desempenho e solução de brechas de segurança graves são resolvidos graças às atualizações.

Muita gente se irrita com os updates do Windows e macOS, mas não realizá-los com frequência pode significar expor seu computador à ação de criminosos. O mesmo vale para aplicativos instalados no computador. Sempre que seu navegador, cliente torrent, app de e-mail ou mensageiro receber uma atualização, procure aplicá-la imediatamente.

6. Não desligar corretamente

Sistemas operacionais precisam desativar uma série de recursos antes de suspenderem atividade, e esse procedimento só ocorre se você desligar o PC corretamente. Forçar o desligamento arrancando o computador da tomada ou segurando o botão liga/desliga impede esses processos e pode contribuir para o corrompimento de dados presentes no seu disco rígido ou SSD. Além de ser importante desligar o PC de vez em quando, é fundamental que você faça isso corretamente.

7. Deletar o que não deve

Cuidado com pastas e arquivos do sistema (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Cuidado com pastas e arquivos do sistema (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Um sistema operacional é como um aplicativo: ele consiste em uma série de arquivos e pastas sensíveis, que são necessárias para o funcionamento do sistema como um todo. Assim, você não deve mexer descuidadamente em pastas como System32 e tantas outras, dedicadas ao funcionamento do Windows, Linux ou macOS.

Por exemplo, apagar a pasta System32 do Windows, alvo de uma pegadinha perigosa nas redes sociais, pode impedir o sistema de reiniciar e acessar os arquivos do disco rígido. Em geral, se você não sabe qual é a utilidade de um arquivo ou pasta do sistema, evite fazer qualquer alteração neles e limite-se a interagir com os documentos que você reconhece como seus.

8. Atualização de BIOS mal-sucedida

Atualizar a BIOS é um procedimento que precisa ser feito com atenção (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Atualmente, notebooks e placas-mãe aplicam alguns mecanismos que tornam difícil ao usuário a atualização incorreta da BIOS com uma versão imprópria. Entretanto, o risco sempre existe e é por isso que o procedimento de atualização desse componente deve sempre ser feito com muita atenção. Uma BIOS atualizada incorretamente pode inutilizar a placa do computador, acarretando custos bem salgados de manutenção.

O primeiro passo importante é garantir energia estável – nada de tentar atualizar debaixo de tempestade, quando quedas de energia são mais prováveis. Outra precaução é usar atualizadores oferecidos pelos fabricantes e ler com muita atenção as instruções na tela. Uma BIOS atualizada incorretamente pode inutilizar a placa do computador, acarretando custos bem salgados de manutenção.

Fonte: Techtudo

WhatsApp Logo